[cssmenumaker id="560"]

Heccus

O HECCUS foi desenvolvido para a clínica estética com o intuito de aperfeiçoar a terapia de tratamento da celulite e da gordura localizada. Trata-se de um equipamento tripolar, isso é com três transdutores que atuam simultaneamente. Essa disposição permite tratar uma área maior em menor tempo de aplicação e permite uma melhor distribuição da energia pelos tecidos atingindo de forma tridimensional as células imediatamente abaixo do cabeçote em movimento. Como está associado à corrente terapêutica Aussie, permite estimular simultaneamente a drenagem linfática local ou o fortalecimento muscular dependendo da frequência de estimulação utilizada. Trata-se de um equipamento de alto desempenho, acima dos equipamentos disponíveis no mercado.

O HECCUS também é gerador de ultrassom destinado ao tratamento pré-cirúrgico ou pós-cirúrgico, drenagem linfática e drenagem de hematomas, celulites, hidrolipoclasia, ionização.

O HECCUS trata-se de técnicas não invasivas, sem efeitos sistêmicos. Não causam dependência e não tem efeitos colaterais indesejáveis, podendo ser utilizado em todos os tratamentos dermato-funcional (estética). A intensidade de corrente necessária ao tratamento depende da sensação do paciente. Sendo assim, o tratamento deverá ser iniciado com níveis de intensidade mínimos (bem baixos), aumentando-se cuidadosamente até se conseguir os efeitos adequados ao procedimento e de acordo com a tolerância do paciente.

 

 

  • Como a Terapia combinada Heccus é utilizada na celulite e na gordura localizada?

O uso do ultrassom nos tratamentos clínicos estéticos está vinculado especialmente aos seus efeitos mecânicos e térmicos, que ocasionam micro oscilações nas células e no ambiente ao redor delas. Os efeitos mecânicos alteram o potencial da membrana celular aumentando sua permeabilidade, isso induz o aumento do metabolismo celular. As células alvo neste tipo de tratamento são os fibroblastos e as células de gordura.

A celulite apresenta várias alterações estruturais teciduais, na microcirculação e nos próprios adipócitos. Os efeitos físicos do ultrassom, ou seja, cavitação e micro fluxo acústico agem diretamente nestas alterações. Promove a neovascularização, ou seja, formação de novos vasos sanguíneos, rearranjo e aumento da extensibilidade das fibras colágenas, melhora das propriedades mecânicas do tecido e a ação tixotrópica (dissolução) nos nódulos lipolíticos.

 

 

  • Qual a frequência ideal de sessões na semana com a terapia combinada Heccus?

Isso depende dos objetivos do terapeuta. Geralmente recomenda-se de duas a três sessões por semana, em dias alternados completando um ciclo de 10 a 20 sessões.

 

 

  • Mulheres que estão amamentando podem realizar tratamentos com a terapia combinada Heccus?

Sim, desde que se evite no tratamento o uso de princípios ativos.

 

  • Quantos dias após a cirurgia plástica pode-se iniciar o tratamento com o Heccus?

A partir de 48 horas de pós-operatório é possível iniciar o tratamento com a terapia combinada Heccus nas modalidades sonoforese ou sonoeletroporação, desde que respeitados os protocolos: Pós-cirúrgico imediato e posterior, dependendo da evolução do processo de inflamação, reparo e regeneração tecidual local, passa-se para o protocolo Pós-cirúrgico tardio. No caso da modalidade sonoeletroporação onde a corrente é polarizada, cuidados adicionais devem ser tomados, visto que em casos de solução de continuidade (local da incisão/corte/lesão) existe uma perda da impedância (resistência da pele à passagem da corrente) da pele e as reações eletroquímicas locais ficam mais intensas.